Será privatizado “tudo que for possível”, reforça programa de Temer

Temer nem começou a governar e já fez muito mais do que Dilma

Anúncios
michel_temer.png
Foto: reprodução

Hícaro Teixeira – 29.04.2016

Michel Temer nem começou o seu governo e já compreendeu os principais pontos para tirar o Brasil do atoleiro. Nessa semana, ele apresentará mais um documento que servirá de base para o seu eventual governo, apontando a saída para a melhoria do quadro econômico e social do país: “A travessia social”, programa que defende firmemente as privatizações e concessões, dando prioridade à iniciativa privada, conforme noticiou o jornal O Globo.

Essas são algumas reformas que Dilma Rousseff teve inúmeras chances de fazer, mas que preferiu privilegiar a corrupção institucionalizada pelo PT. Só o fato de Temer apresentar o texto, ao mesmo tempo já vem convencendo os empresários, que aguardam o impeachment de Dilma.

De acordo com o texto do governo Temer, “o Estado deve transferir para o setor privado tudo o que for possível em matéria de infraestrutura. Quanto às competências que reservará para si, é indispensável que suas relações com contratantes privados sejam reguladas por uma legislação nova, inclusive por uma nova lei de licitações. É necessário um novo começo das relações do Estado com as empresas privadas que lhe prestam serviços”.

Já para área social Temer reitera a manutenção de todos os programas criados nas gestões petistas, como Bolsa Família, Pronatec e Minha Casa, Minha Vida.

A esquerda brasileira e seu cheiro de naftalina

Chegou o momento de abandonarem o rasteirismo e o discurso jurássico

 

Hícaro Teixeira29.04.2016

Passou da hora da esquerda começar a encarar a realidade como é, e reconhecer que foi usada como massa de manobra durante esses anos para alimentar o lulopetismo. Esse é o momento do toque de recolher. Momento de rever todos os erros ao invés de apoiarem o rasteirismo – alegando que Dilma Rousseff sofre um “golpe”.

O petismo e as demais correntes populistas da América-Latina evocam o discurso jurássico de demonizar o lucro, somente para manterem na coleira os inocentes úteis, mas como todos sabem, eles adoram explorar o capitalismo.

Não há problema nenhum em apoiar o discurso do Estado de bem-estar social. Porém, em países desenvolvidos, a esquerda compreende a importância do mercado e da meritocracia para reduzir a desigualdade, e também reconhece as conquistas e planos feitos por outros governantes.

Que mané novas eleições…

Dilma-Lula-tensos

Hícaro Teixeira – 27.04.2016

O governo Dilma nem tem base para votar a PEC que convoca as novas eleições. Passou da hora do PT reconhecer a derrota e respeitar a Constituição. O próprio presidente da Comissão de Direito Eleitoral da OAB afirmou que a proposta seria uma espécie de “jeitinho brasileiro jurídico”.

 

 

 

Maria do Rosário defende a cusparada de Zé de Abreu e Jean Wyllys

No Twiiter, a ex-ministra dos Direitos Humanos tenta justificar o erro cometido por Zé de Abreu e Jean Wyllys

13043670_957635884331924_2386922096124192653_n

Hícaro Teixeira – 25.04.2016

Em mais uma tentativa de justificar os erros da esquerda festiva, a deputada Maria do Rosário (PT-RS) tentou defender Zé de Abreu e Jean Wyllys no Twitter.“Quem reage a agressão Ñ planeja como agir, quem agride sim. Respeite e serás respeitado”.

Então quer dizer que mulher que apanha de estuprador deve respeitá-lo?

 

(VÍDEO) José de Abreu cospe em casal anti-Dilma

Hícaro Teixeira – 23.04.2016

O ator da Rede Globo, Zé de Abreu, cuspiu no rosto de um casal que questionou o apoio do artista ao governo Dilma, em um restaurante no Rio de Janeiro, na noite de sexta-feira (22). Durante a discussão, o ator gritou chamando o cidadão de “coxinha”.

Jose de Abreu
Ator assume comportamento agressivo


ASSISTA AO VÍDEO: